Notícias

19/12/2008 09:36 / Atualizado em 19/12/2008 09:38

minuto(s) de leitura.

Tarso Genro assume compromisso de melhorar projeto de lei sobre segurança privada no país

Objetivo é melhorar o projeto de lei que cria o Estatuto de Segurança Privada, para contemplar as especificações dos itens de segurança para bancos

Fenae Net

Na audiência que concedeu ontem para a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf/CUT), em Brasília, o ministro da Justiça, Tarso Genro, assumiu o compromisso de melhorar o projeto de lei que cria o Estatuto de Segurança Privada, de modo a que o texto passe a contemplar as especificações dos itens de segurança mínima para as agências bancárias. Esse projeto encontra-se em fase final de elaboração pela Polícia Federal e, em breve, deverá ser enviado para o Congresso Nacional.

Na ocasião, a Contraf/CUT fez a entrega de um documento para o ministro da Justiça, no qual é solicitada, entre outras coisas, o cancelamento da instrução nº 92/08, de 9 de julho deste ano, que prevê a flexibilização da presença de, no mínimo, dois vigilantes nas agências e postos bancários, liberando a rendição no horário de almoço, o que fragiliza a segurança.

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado