Notícias

Seletiva Talentos _Apcef RS 600x400.jpg

19/08/2019 11:46 / Atualizado em 19/08/2019 11:52

minuto(s) de leitura.

Talentos Fenae/Apcef 2019: RS já tem seus representantes na categoria música

Meri Elen (composição) e Marcos Todt (interpretação) foram os vencedores da seletiva estadual e estarão na grande final, que acontecerá em Florianópolis (SC), de 4 a 7 dezembro

A Associação do Pessoal da Caixa no Rio Grande do Sul (Apcef/RS) realizou no último sábado (17) a seletiva estadual da 4ª edição do Talentos Fenae/Apcef e contará na categoria Música com os talentos dos associados Meri Elen (composição) e Marcos Todt (interpretação) para representar a entidade na grande final, que acontecerá em Florianópolis (SC), de 4 a 7 dezembro. A etapa deste final de semana no RS foi disputadíssima, com 12 concorrentes nas duas modalidades: quatro candidatos para Interpretação e oito candidatos na modalidade Composição.

Marcoss Todt, de Porto Alegre, conquistou o 1º lugar na modalidade Interpretação com a canção “La Ciudad Liberada”, do roqueiro argentino Fito Paez. Já a empregada da Caixa de Pelotas, Meri Elen, foi a 1ª colocada na modalidade Composição com a música de sua autoria “Pele e Alma”.

Para Todt, conquistar o 1º lugar com a interpretação da música de Fito Paez teve uma importância não apenas pessoal, mas também pelo símbolo e força que a letra da música possui: “É uma música que fala de amor e da importância de combater o ódio, o fascismo, de termos uma visão de liberar a nossa sociedade do ódio e da violência e da importância de cultivar o amor”, comentou ao final do certame.  Para ele o empenho da Fenae e das Apcefs para a realização do concurso cultural ao longo desses anos é um importante estímulo para os empregados da Caixa expressarem sua arte e de integrarem-se por meio da cultura: “É uma oportunidade de encontrar os amigos e de pensar por meio da cultura”.  

Meri Elen, 1ª colocada na modalidade composição e única mulher presente nessa seletiva, também ressalta o valor de participar de eventos como o Talentos Fenae/Apcef. Veterana de disputas anteriores, ela conta que já foi para a final nas ultimas três edições na modalidade interpretação. Esse ano é a primeira vez que irá para a final levando uma música de sua autoria, a “Pele e Alma”. “Estou indo com uma composição que nasceu de dentro de mim. É muito especial e fico super feliz, porque temos pessoas que se envolvem e fazem a coisa acontecer”. Para ela, participar do concurso é uma forma de integração entre os colegas e incentiva outros colegas a se envolverem nas próximas edições: “Quem ainda não se inscreveu, vale a pena!”. 

Premiação

Na modalidade interpretação Marcos Todt disputou com duas músicas, conquistando o 1º lugar com La Ciudad Liberada (Fito Paez) e o 3º lugar com a interpretação de “Amanhã ou depois”, da banda Nenhum de Nós, acompanhado da banda Esquerda Volver.  Meri Elen também disputou nessa modalidade e conquistou o 2º lugar em Interpretação, ao cantar  “Creep” da banda Radiohead e “Highway to hell” da banda AC/DC ).

Na modalidade composição, além da 1ª colocação para Meri Elen, conquistaram o 2º  lugar Fabrício Dadda, de Porto Alegre, com a música de sua autoria “Avenida 31” e o 3º lugar Angelino Rogério, colega de Cruz Alta que apresentou a música de sua autoria “Recital de Tambores”. A seletiva no Rio Grande do Sul realizada neste final de semana teve somente a categoria Música. As outras categorias (imagem, artes visuais e literatura) serão realizadas em novembro.

Cultura e Democracia

O vice-presidente da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa (Fenae), Sérgio Takemoto, prestigiou toda a seletiva em Porto Alegre acompanhado dos diretores e diretoras da Apcef/RS. Para Takemoto, o concurso cultural Talentos Fenae/Apcef tem um importante valor de integração entre os colegas, mas é também uma forma de reafirmar os compromissos com a democracia, com a cultura e a liberdade de expressão. “Principalmente no momento em que estamos vivendo, onde todas as formas de expressão de arte, de cultura, lazer estão sofrendo um grande patrulhamento ideológico. Para nós esse é um momento de reafirmar o compromisso da Fenae e das Apcefs com o direito à liberdade e com a diversidade. Esse evento demonstra que nós defendemos a liberdade de expressão, defendemos a democracia e nesse momento de obscurantismo, de perseguição ideológica, temos que reafirmar nosso compromisso com a liberdade e com a diversidade”, explica.

O presidente da Apcef/RS Marcello Carrión, concorda com o sentido transformador que a cultura pode oferecer para o cotidiano dos trabalhadores do banco. Ele acrescenta que a tradição das Apcefs e da Fenae está muito ligada à luta reivindicatória, de direitos dos trabalhadores. Mas a cultura, o esporte e outras atividades artísticas e lúdicas são importantes num contexto como o atual. Para ele, a cultura assume uma importância relevante no trabalho com a categoria uma vez que ela permite transcender a mobilização exclusivamente reivindicatória e avança para outras atividades que envolvem a vida dos funcionários fora da Caixa. “Quando trabalhamos com a cultura, quando as pessoas vivenciam a cultura, elas têm outro olhar sobre as outras coisas, inclusive da política, da conjuntura. Você entende a situação do País com maior sensibilidade. Não é só a política dura do dia a dia, da exploração do trabalho sobre nós. Quando conseguimos envolver a categoria em atividades culturais, eu acredito que desenvolvemos outro olhar, conseguimos perceber de outra maneira que outro mundo é possível”, comentou.

Maior festival corporativo do Brasil

O Talentos é um concurso cultural nacional promovido pela Fenae e Apcefs de abrangência nacional. Ele tem como objetivo incentivar a produção e promoção da cultura dentro do universo dos empregados da Caixa Econômica Federal. Constitui-se no maior evento corporativo do País que vem se realizando há 13 anos. Em 2016, após passar por uma reformulação, o concurso assumiu as características atuais tornando-se mais abrangente e com uma dinâmica mais simplificada para promover e estimular os valores artísticos dos empregados (ativos e aposentados) da Caixa.

Neste ano, em sua 4ª Edição, o concurso tem como slogan “Deixe brilhar o artista que vive em você” e recebeu a inscrição de 2.804 obras no País dentro das quatro categorias e em suas oito modalidades: Música (composição e interpretação), Imagem (Foto e Filme), Artes Visuais (Desenho/Pintura e Desenho Infantil) e Literatura (Conto/Crônica e Poesia). O certame é realizado em duas etapas. A primeira envolve as seletivas nos estados nas quatro categorias e modalidades. A segunda etapa vai ocorrer em dezembro onde os primeiros colocados de cada modalidade participarão da grande final no período de 04 a 07, em Florianópolis (SC). 

 Maiores informações sobre o Talentos Fenae/Apcef podem ser acessadas pelo hotsite www.fenae.org.br/talentos.

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado