Notícias

SeminarioSaudePrevidencia-600x400.jpg

20/11/2017 11:19 / Atualizado em 20/11/2017 11:42

minuto(s) de leitura.

Seminário debate Funcef e Previdência em Porto Velho

Na sexta-feira da semana passada, ocorreu a 13ª edição do evento em Brasília. Dezenas de participantes ativos e aposentados puderam tirar suas dúvidas e entender mais sobre esses temas

Nesta terça-feira (21), será a vez de Porto Velho (RO) receber o Seminário sobre Funcef e Previdência, promovido pela Fenae, em parceria com a Apcef/RO. O evento acontece, a partir das 14h, no auditório do prédio Madeira Mamoré (avenida Carlos Gomes, 660-Centro). O assessor da Federação, Paulo Borges, será o palestrante.

O seminário tem levado para diferentes cidades e regiões do país a importância da mobilização para evitar retrocessos em relação ao fundo de pensão e ao Saúde Caixa. Outros pontos que têm sido debatidos são a reforma da Previdência, o programa Gestão de Desempenho de Pessoas (GDP) e a Caixa 100% pública.

Na última sexta-feira (17), foi realizada em Brasília a 13ª edição do Seminário sobre Saúde Caixa, Funcef e Previdência. Ao longo de todo o dia, dezenas de participantes ativos e aposentados puderam tirar suas dúvidas e entender mais sobre esses temas.

 “A luta pelo direito dos trabalhadores tem que continuar, e para isso, precisamos levar informação às pessoas, sejam elas ativas ou aposentadas”, destacou Fabiana Matheus, diretora de Saúde e Previdência da Fenae.

 O assessor de Previdência Complementar da Federação, Paulo Borges, explicou que um dos intuitos dos encontros é chamar atenção para os fatores que impactam no deficit dos planos da Funcef. “Nós percebemos que muitas vezes as pessoas não têm informações adequadas e a avaliação da Fenae foi de que era relevante apresentar esse embasamento sobre os planos de benefícios e outros aspectos atuariais”, esclareceu o assessor.

Sobre o funcionamento do Saúde Caixa, o assessor de Saúde do Trabalhador da Fenae, Plínio Pavão, apresentou um histórico dos modelos de custeio do plano e detalhou a importância dessa conquista para os trabalhadores.

 “O acordo coletivo que rege o plano de saúde expira em agosto de 2018. Dessa forma, temos até lá para informar e mobilizar as pessoas em torno desse tema, visto que precisamos lutar para manter essa conquista”, comentou Plínio.

 Desde o início do ano, os seminários têm reunido empregados e aposentados da Caixa, atraídos pela oportunidade de participar de debates qualitativos sobre saúde e previdência. Os encontros já foram realizados em Vitória (ES), Teresina (PI), Goiânia (GO), Florianópolis (SC), Blumenau (SC), São Luís (MA), Aracaju (SE), Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), Recife (PE), Caruaru (PE) e João Pessoa (PB).

 Os próximos seminários estão previstos para acontecer em Belém (PA), cidades do interior do Paraná e mais uma edição em Porto Alegre (RS).

 

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado