Notícias

Saúde Caixa

22/03/2018 12:03 / Atualizado em 22/03/2018 12:11

minuto(s) de leitura.

Saúde Caixa: representantes dos empregados cobram cumprimento do ACT

Em ofício encaminhado à direção do banco público, a entidade solicita também informações e dados sobre o plano de saúde dos empregados da Caixa

A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), assessorada pela Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE/Caixa), enviou na terça-feira (20) um ofício à Caixa Econômica Federal cobrando o cumprimento da cláusula do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2017/2018 referente ao Saúde Caixa.

O  Acordo assegura a assistência médica, hospitalar, odontológica, psicológica, fonoaudiológica, fisioterápica, de serviços sociais e medicina alternativa reconhecidos pelo Ministério da Saúde, aos seus empregados e respectivos dependentes.

“A CEE/Caixa e os integrantes do conselho de usuários não têm acesso a informações, dados e documentos, cujo teor é comum às partes, e que são elementos indispensáveis para  “consolidar a responsabilidade mútua sobre os recursos do Saúde Caixa”, justifica o coordenador da CEE/Caixa e diretor da Fenae, Dionísio Reis.

E acrescenta: “Nós formalizamos as nossas reivindicações nesse ofício e, caso elas não sejam atendidas em prazo razoável, será preciso adotar medidas judiciais, inclusive com penalidade por descumprimento do ACT”,

No ofício encaminhado à Caixa, a Contraf-CUT solicita apresentação de relatório atuarial e balancetes mensais do exercício de 2017, para fins de acompanhamento do plano e verificação da necessidade de ajuste (ACT, Cláusula 32, § 8º); apresentação de relatório atuarial; Identificação do valor total do superávit e respectiva discussão da destinação do mesmo, nos termos do (ACT, § 9º); dentre outras informações.

Clique aqui e confira a íntegra do ofício.

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado