Notícias

PESQUISA_PEB NOVA.jpg

26/08/16 06:54 / Atualizado em 26/08/16 07:02

minuto(s) de leitura.

Política de demissões desenfreadas nos bancos continua. Mais de 1.100 vagas foram extintas apenas em julho

Números indicam que, nos sete primeiros meses do ano de 2016, já são 7.897 postos de trabalho a menos. Resultado negativo foi fortemente influenciado pela Caixa

Fenae Net

Pesquisa do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), elaborada com base em dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, aponta que os bancos seguem cortando empregos desenfreadamente. Apenas em julho deste ano foram extintos 1.112 postos de trabalho, representando 7.897 vagas a menos no acumulado dos sete primeiros meses de 2016. Isto acontece mesmo com o registro de lucro de R$ 29,7 bilhões do sistema financeiro nacional no primeiro semestre do ano em curso.

De acordo com a pesquisa, o resultado de julho foi fortemente influenciado pela Caixa Econômica Federal. Ocorre que a empresa, sozinha, teve saldo negativo de 445 empregos. No caso dos bancos múltiplos, aqueles com carteira comercial e onde estão incluídas instituições como Banco do Brasil, Bradesco, Itaú e Santander, o corte foi de 643 postos de trabalho. Os números revelam ainda que São Paulo foi o estado com o maior registro de demissões, com saldo de 4.102 vagas, seguido do Rio de Janeiro, que aparece com menos 1.233 postos de trabalho.

O levantamento do Dieese/Caged mostra também que os bancos lucram bastante com o expediente da rotatividade. Nesse quesito, os trabalhadores ganharam em média 55% do que recebiam os bancários que deixaram o setor. Esse descompasso é também comprovado em relação à desigualdade entre homens e mulheres, a ponto de as 6.327 mulheres admitidas nos primeiros sete meses do ano receberem em média R$ 3.048,07, valor significativamente inferior aos R$ 4.248,75 que recebem em média os 6.307 homens contratados no mesmo período.

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado