Notícias

28/09/10 08:35 / Atualizado em 28/09/10 08:36

minuto(s) de leitura.

Participe: governo Lula lança campanha nacional de doação de órgãos e tecidos

Fenae Net

Foi lançada pelo Ministério da Saúde nesta segunda-feira, dia 27 de setembro, em Brasília, a campanha nacional de incentivo à doação de órgãos e tecidos. O slogan da edição deste ano, focado nos receptores de órgãos, é “Seja um doador e só assim serei feliz, bem feliz”.

A campanha será apenas uma entre tantas outras iniciativas. Em breve o governo federal pretende anunciar medidas para o setor. Essas ações, combinadas com as mobilizações sociais nos estados, devem resultar no aumento de até 20% do número de transplantes realizados no país. Em 2009, o Sistema Único de Saúde (SUS) contabilizou 20.253 transplantes.

Mais informações
Atualmente, podem ser transplantados órgãos e tecidos como pulmão, pâncreas, vasos sangüíneos, intestino, ossículos do ouvido, pele, coração, válvulas cardíacas, córneas, medula óssea, fígado, rins, tendões e meninge. No caso do rim, medula óssea, pâncreas, fígado e pulmão, existe a possibilidade de que se realize o transplante com doador vivo.

A legislação brasileira permite a doação de órgãos entre parentes até quarto grau. Além desse grau de parentesco, é necessária uma autorização judicial. Cabe à família decidir se os órgãos devem ser doados ou não, independentemente da decisão do possível doador em vida. Tramita no Senado Federal um projeto de lei criando um registro de doador no Brasil.

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado