Notícias

mulher400-100 14.10.jpg

14/10/20 18:17 / Atualizado em 14/10/20 18:35

minuto(s) de leitura.

Outubro Rosa 2020: conscientização pode salvar vidas

O diagnóstico precoce ainda é a maior arma para reduzir a mortalidade pelo câncer de mama. Fenae une-se a essa luta com foco na disseminação de informações

O câncer de mama, segundo informações do Instituto Nacional de Câncer (Inca), é o segundo tipo que mais acomete brasileiras, representando em torno de 25% de todos os cânceres que afetam o sexo feminino. A melhor prevenção é o autoexame e o acompanhamento frequente com médico. 

O Outubro Rosa é uma campanha anual de alerta e conscientização, de abrangência internacional, para a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama. O mês de outubro já é conhecido mundialmente como um mês marcado por ações para estimular a prevenção. A Fenae une-se a esta luta estimulando o autoexame para salvar vidas.

Como já acontece ao longo dos anos, a disseminação de informações para o público interno, rede de parceiros e em seus veículos de comunicação faz parte das iniciativas da Fenae para encorajar as mulheres a adotarem medidas de proteção e de detecção precoce do câncer de mama.

História

O movimento foi criado no início da década de 1990 pela Fundação Susan G. Komen for the Cure, com o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre a doença; proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.

Sintomas 

Os principais sintomas do câncer de mama costumam ser: caroço (nódulo), geralmente endurecido, fixo e indolor; pele da mama avermelhada ou parecida com casca de laranja, alterações no bico do peito (mamilo) e saída espontânea de líquido de um dos mamilos. Também podem aparecer pequenos nódulos no pescoço ou nas axilas.

Autoexame 

Lembre-se de realizar o autoexame uma vez por mês, depois do período menstrual. Após a menopausa, deve-se definir um dia do mês e realizar o exame sempre com intervalo de 30 dias. O autoexame não exclui o acompanhamento profissional para uma melhor prevenção do câncer de mama.

Segundo informações do Inca, “a prática de atividade física e de alimentação saudável, com manutenção do peso corporal adequado, estão associadas a menor risco de desenvolver câncer de mama: cerca de 30% dos casos podem ser evitados quando são adotados esses hábitos. A amamentação também é considerada um fator protetor.”  

  

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado