Notícias

Materia rvacinacao bancarios 600x400.png

15/07/2021 14:40 / Atualizado em 15/07/2021 15:42

minuto(s) de leitura.

Nota técnica do Ministério da Saúde autoriza vacinação dos bancários contra Covid-19

Pasta orienta secretarias estaduais e municipais a reservarem 20% das doses para bancários e trabalhadores dos Correios

Os empregados da Caixa já podem ser vacinados contra a Covid-19. O Ministério da Saúde publicou, na última quarta-feira (14), a nota técnica incluindo a categoria bancária como grupo prioritário na vacinação. A notícia era aguardada pelos empregados da Caixa, que seguem fazendo o atendimento do pagamento do auxílio emergencial e de outros benefícios emergenciais. No documento, a pasta orienta que 20% do total de doses das vacinas contra Covid-19 enviadas para os estados e Distrito Federal sejam destinada aos bancários e trabalhadores dos Correios. Com a inclusão dos bancários no Plano Nacional de Imunização (PNI), estados e municípios podem iniciar a vacinação. 

O presidente da Fenae, Sergio Takemoto, destacou que a vacinação dos bancários foi resultado da mobilização da Fenae, das entidades representativas e do movimento sindical, junto a parlamentares e ao Ministério da Saúde. "Mais uma grande notícia para nós empregados da Caixa. Sabemos o quanto é importante a vacinação dos trabalhadores que desde o início da pandemia se mostraram essenciais no pagamento do auxílio emergencial. Com os bancários vacinados, também diminui os riscos de contaminação pela Covid-19 pela população que precisa do atendimento da Caixa", avaliou o presidente da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae), Sergio Takemoto.    

A nota técnica do Ministério da Saúde é consequência da reunião dos representantes dos bancários e dos trabalhadores dos Correios, no início do mês, com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Na ocasião, o ministro confirmou a categoria como prioritária para vacinação contra a Covid-19.  No início do ano, a Fenae enviou dois ofícios ao Ministério solicitando a inclusão dos trabalhadores da Caixa no grupo prioritário 

A coordenadora da Comissão Executiva de Empregados (CEE/Caixa), Fabiana Uehara Prosholdt, que esteve na reunião, também reforçou que a imunização dos bancários é uma conquista da das entidades representativas que se mobilizaram em defesa do empregado e da população. Fabiana criticou a demora na divulgação da nota técnica, que estava prevista para sexta-feira (09). 

“Essa notícia é importantíssima para os empregados da Caixa. Sabemos da situação das agências, que continuam lotadas e podem ser vetores de contaminação da Covid-19. A vacinação é fundamental para a proteção tanto do empregado, seus familiares e da população. Agora, com essa confirmação, as entidades vão continuar cobrando que os municípios façam a imunização dos trabalhadores”, afirmou. 

A defesa para a vacinação dos também acontece no Congresso Nacional. Na Câmara dos Deputados, os parlamentares aprovaram o Projeto de Lei 1.011/2020, no dia 17 de junho, de inclusão dos bancários no PNI. A matéria está em análise no Senado. A Fenae e a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf/CUT) enviaram ofício ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (Democratas/MG), solicitando a aprovação do PL. 

Vacina já para bancários 

Desde o início da imunização no Brasil, a Fenae, junto com a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf/CUT) e demais entidades, defendem a vacinação dos bancários.  

A campanha da Fenae, Vacina Já, segue ativa e pressionando governo e parlamentares para que todos os brasileiros sejam vacinados e pela inclusão dos empregados da Caixa no grupo prioritário. Para saber mais sobre as ações acesse: fenae.org.br/vacinaja  

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

selecione o melhor resultado