Notícias

31/05/2010 12:39 / Atualizado em 31/05/2010 12:41

minuto(s) de leitura.

No Dia Mundial sem Tabaco, não deixe o cigarro dar o ponto final na sua história

Nesta segunda-feira, dia 31 de maio, comemora-se o Dia Mundial sem Tabaco. A data foi criada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), com o intuito de sensibilizar o maior número possível de pessoas sobre os males causados pelo consumo do tabaco e seus derivados.

O Dia Mundial sem Tabaco é comemorado todos os anos pelos países que aderem à proposta de controle do tabagismo no mundo. O consumo do tabaco causa, anualmente, cinco milhões de falecimentos. No Brasil, as pesquisas apontam que cerca de 200 mil pessoas morrem por ano devido ao tabagismo. E mais: entre os fumantes que, em média, fazem uso do cigarro por um período de 15 anos, de 30% a 50% terão morte prematura. Os organismos internacionais revelam que, ao longo de todo o século 20, o tabaco poderá matar até um bilhão de seres humanos.

Para comemorar a data em 2010, a OMS escolheu como tema “Gênero e tabaco”, com ênfase no marketing para mulheres. O objetivo é alertar sobre os males que o cigarro causa à saúde e ao meio ambiente.

Em solo brasileiro, o consumo de tabaco concentra-se nas capitais de regiões mais industrializadas e atinge, sobretudo, a população de menor escolaridade e renda. As pesquisas também mostram que, nas famílias com renda mensal menor ou igual a R$ 400, as despesas com fumo são quase duas vezes maiores que o despendido com educação. O preço do cigarro no Brasil, considerado o sexto mais barato do mundo, é outro estimulante para o aumento de tabagistas.

Para quem não sabe, o tabagismo está ligado a 50 tipos de câncer de pulmão, boca e faringe, além de doenças cardíacas. Além do mais, a fumaça do cigarro reúne aproximadamente 4,7 mil substâncias tóxicas diferentes, muitas delas cancerígenas. Outros dados: crianças de 7 anos de idade, nascidas de mães que fumaram 10 ou mais cigarros por dia, durante a gestação, apresentam atraso de aprendizado quando comparadas com outras crianças da mesma faixa etária.

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado