Notícias

ELEICAO CA NOVA 600X400.jpg

20/11/19 10:54 / Atualizado em 20/11/19 10:58

minuto(s) de leitura.

Lei não autoriza participação de aposentados na eleição do CA da Caixa

Os empregados da Caixa vão eleger seu representante no Conselho de Administração pela terceira vez. Rita Serrano é a candidata apoiada pela Fenae

A eleição de um representante dos trabalhadores no conselho de administração das empresas públicas e de sociedade mista é uma importante conquista do movimento dos empregados dessas instituições. O direito foi assegurado pela Lei 12.353 de 28 de dezembro de 2010 e previsto também pela Lei das Estatais (13.303/2016). A legislação, além de instituir a eleição, prevê outras regras. Uma delas é de que apenas os trabalhadores ativos podem participar da eleição.

 As entidades representativas dos empregados das estatais já questionaram esse e outros pontos da legislação, e vem tentando mudá-la desde sua promulgação.  Além de não autorizar o voto dos aposentados, a lei tem outros problemas como não permitir que o conselheiro eleito pelos trabalhadores participe de debates e decisões que envolvam questões relacionadas a carreira e garantias de trabalho. 

“Ocorre que a real intenção do governo é acabar com a lei que garantiu a eleição, porque ele (governo) já acabou com todos os conselhos de participação popular”, destaca a conselheira eleita e candidata à reeleição, Rita Serrano. Segundo ela, diante desse cenário de ataques as empresas públicas e aos direitos dos trabalhadores, é preciso valorizar essa conquista. 

Eleição

Os empregados da Caixa vão eleger seu representante no Conselho de Administração pela terceira vez. A primeira eleição ocorreu em 2013, quando foi eleito Fernando Neiva(titular) e Rita Serrano (suplente); o segundo pleito se deu em 2017, quando deixou de existir a figura do suplente, sendo eleita como titular Rita Serrano. O mandato atual será encerrado em abril de 2020. 

O primeiro turno da eleição começou nesta segunda-feira e prossegue até sexta-feira (22). Caso nenhum candidato consiga 50% mais um dos votos, haverá um segundo turno, agendado para o período de 2 a 6 de dezembro. 

O CA é a principal instância decisória do banco. O Conselho de Administração define as políticas de atuação da empresa. Na Caixa, possui oito membros:  o presidente do banco, seis conselheiros indicados pelo Ministério da Economia e um eleito.

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado