Notícias

rogerio_inspira_400.jpeg

08/02/2020 18:59 / Atualizado em 08/02/2020 19:03

minuto(s) de leitura.

Inspira: o futuro passa pela inclusão social

Empregado Caixa há 13 anos e diagnosticado com deficiência visual desde quando nasceu, Rogério Ribeiro emocionou a todos com sua história de superação

Tecnologia e futuro também passam pelo debate de inclusão da pessoa com deficiência no trabalho e na sociedade. O empregado da Caixa, Rogério Ribeiro, arrancou risos e emocionou a todos com sua história de vida. A deficiência visual, diagnosticada ainda quando recém-nascido, não impediu que a graduação em Pedagogia e Gestão da Tecnologia da Informação, além do concurso para trabalhar na Caixa.

Depois de todos os desafios para conseguir superar a deficiência visual, desde a alfabetização até a inclusão na sociedade, Rogério ainda teve que enfrentar a Justiça, após ter sua vaga negada pela Caixa por ter sido considerado inapto. "Tive que ingressar na Justiça. Foi uma luta árdua e depois de alguns anos consegui lograr êxito no processo. Quando fui trabalhar, fui muito bem recebido pelos colegas e desempenho todas as minhas atividades de acordo com o que a Caixa me proporciona".

Rogério destacou que a acessibilidade tecnológica é fundamental para a inclusão. No entanto, nada supera a mudança de comportamento das pessoas. "O que torna a inclusão plena, são as pessoas. Nós precisamos querer incluir, buscar a inclusão e oportunizar a inclusão a todos", reforçou.

A presidente do Sindicato dos Bancários de Belo Horizonte e Conselheira da APCEF/MG, Eliana Brasil estava atenta a cada palavra de Rogério e em suas palavras um “borbulhão” de ideias surgiram. "A história dele é comovente. Vi o quanto a gente precisa estar se atualizando e penso o quanto eu posso fazer como presidente dessa instituição. A inclusão não é só a gente cobrar é também a gente agir", declarou.

Astrogilda de Oliveira Fraga, da Apcef/SC, se emocionou com as palavras do colega de Caixa. "Eu achei a palestra perfeita. Muitas coisas a gente não faz porque acha que não pode e ele mostrou que a gente pode qualquer coisa, é só querer", afirmou.

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado