Notícias

20/10/09 09:06 / Atualizado em 20/10/09 09:09

minuto(s) de leitura.

Greve por tempo indeterminado na Caixa completa 27 dias e segue forte na maioria das bases sindicais

Disposição de luta permanece inalterada, mesmo depois de a empresa ter ajuizado dissídio coletivo no Tribunal Superior do Trabalho. Adesão aumenta

Fenae Net

Os empregados da Caixa Econômica Federal completam nesta terça-feira, dia 20 de outubro, o 27º dia de greve nacional por tempo indeterminado, deflagrada em 24 de setembro. A paralisação continua forte nas capitais dos 26 estados e no Distrito Federal.

Mesmo depois de a Caixa ter ajuizado dissídio coletivo no Tribunal Superior do Trabalho (TST), a disposição de luta dos trabalhadores da empresa permanece inalterada. Em todos os estados, a adesão ao movimento ganha força a cada dia.

A primeira audiência de conciliação no TST está marcada para quarta-feira, dia 21 de outubro, em Brasília (DF). Se a direção da empresa não se dispuser a dialogar com as representações dos trabalhadores em busca de uma solução negociada, a paralisação deverá ser mantida pelas entidades sindicais de todo o país.

Várias bases sindicais decidiram que só voltam a realizar assembleia quando tiverem alguma proposta de acordo para analisar. Alguns locais continuam realizando suas assembleias diariamente. Confira, a seguir, os resultados das que ocorreram ontem:

Deliberaram pela continuidade da greve
Acre
Alagoas
Amapá
Amazonas
Andradina (SP)
Araranguá (SC)
Assis (SP)
Atibaia (SP)
Bauru (SP)
Belo Horizonte (MG)
Blumenau (SC)
Brasília (DF)
Campo Grande (MS)
Campina Grande (PB)
Campo Mourão (PR)
Campos Goytacazes (RJ)
Cariri (CE)
Cataguazes (MG)
Catanduva (SP)
Chapecó (SC)
Concórdia (SC)
Cornélio Procópio (PR)
Corumbá (MS)
Curitiba (PR)
Divinópolis (MG)
Dourados (MS)
Espírito Santo
Feira de Santana (BA)
Fortaleza (CE)
Florianópolis (SC)
Goiás
Guaratinguetá (SP)
Ipatinga (MG)
Irecê (BA)
Jacobina (BA)
Joaçaba (SP)
Juiz de Fora (MG)
Lins (SP)
Litoral Norte (RS)
Londrina (PR)
Maranhão
Maringá (PR)
Marília (SP)
Mato Grosso
Mogi das Cruzes (SP)
Naviraí (MS)
Niterói (RJ)
Nova Friburgo (RJ)
Novo Hamburgo (RS)
Pará
Paranavaí (PR)
Patos de Minas (MG)
Pelotas (RS)
Pernambuco
Petrópolis (RJ)
Piauí
Ponta Porá (MS)
Porto Alegre (RS)
Presidente Prudente (SP)
Presidente Wesceslau (SP)
Rio Claro (RS)
Ribeirão Preto (SP)
Rio de Janeiro (RJ)
Rio Grande do Norte
Rondonópolis (MT)
Rondônia
Roraima
Santa Maria (RS)
Santos (SP)
Salvador (BA)
São Carlos (SP)
São José dos Campos (SP)
São José do Rio Preto (SP)
São Miguel do Oeste (SC)
São Paulo (SP)
Sergipe
Sorocaba (SP)
Tocantins
Três Rios (RJ)
Tupã (SP)
Uberaba (MG)
Vale do Ribeira (SP)
Vale do Paranhana (RS)
Videira (SC)
Votuporanga (SP)
Vitória da Conquista (BA).

Greve está suspensa nas bases sindicais
ABC Paulista (SP)
Araçatuba (SP)
Arapoti (PR)
Araraquara (SP)
Bragança Paulista (SP)
Campinas (SP)
Caxias do Sul (RS)
Criciúma (SC)
Franca (SP)
Guaporé (RS)
Guarapuava (SP)
Guarulhos (SP)
Itaperuna (RJ)
Jaú (SP)
Jundiaí (SP)
Limeira (SP)
Piracicaba (SP)
Santiago (RS)
Taubaté (SP)
Téofilo Otoni (MG)
Toledo (PR)
Vale do Caí (RS)
Umuarama (PR).

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado