Notícias

23/05/2011 09:36 / Atualizado em 23/05/2011 09:37

minuto(s) de leitura.

Governo Dilma criará índice para medir taxa de desemprego real no Brasil

Fenae Net

Para orientar as políticas públicas da área, o governo Dilma pretende criar uma ferramenta com vistas a elaborar uma “fotografia mensal” do emprego formal em todo o Brasil. A intenção do Ministério do Trabalho e do Emprego (MTE) é criar, até o fim deste ano, a Taxa do Emprego Real, cujo objetivo será revelar esse cenário e contribuir para as decisões governamentais relacionadas ao seguro-desemprego e à qualificação do trabalhador, entre outros itens.

O novo índice ainda está em estudo. Mas, em sua composição, deverão ser consideradas informações existentes no banco de dados do MTE. Uma das fontes será o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), com informações sobre admissões e demissões fornecidas mensalmente por mais de 7,3 milhões de empresas. A taxa também vai considerar dados das três mil agências de atendimento do Sistema Nacional de Emprego (Sine) e da Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

O Ministério do Trabalho e do Emprego acredita que o novo índice não se chocará com a taxa de desocupação divulgada atualmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Por meio do cruzamento de informações, haverá uma taxa de desemprego formal real, pela qual o governo saberá quem está procurando emprego, que tipo de emprego está faltando, qual emprego está surgindo, quem tem qualificação, onde está faltando qualificação e o que o trabalhador busca.

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado