Notícias

08/12/15 15:13 / Atualizado em 08/12/15 15:28

minuto(s) de leitura.

Funcef apresenta plano de equacionamento do déficit do REG/Replan às entidades representativas

A proposta, apresentada em reunião convocada pela Fundação, foi elaborada por um Grupo de Trabalho. Entidades têm até 16 de dezembro para enviar sugestões, e decisão sobre qual regra será utilizada deverá sair nos próximos dias

A Fenae e outras entidades do movimento sindical e associativo dos empregados da Caixa Econômica Federal participaram nesta segunda-feira (7), na sede da Funcef, em Brasília (DF), de reunião sobre o equacionamento do déficit do REG/Replan saldado e não saldado. A Federação foi representada pela diretora de Administração e Finanças, Fabiana Matheus, e pelo diretor de Cultura, Moacir Carneiro.

No encontro, foram apresentados os principais pontos da proposta elaborada por um Grupo de Trabalho da Fundação para o reequilíbrio do REG/Replan. O destaque ficou por conta das novas regras, aprovadas no dia 25 de novembro pelo Conselho Nacional de Previdência Complementar (CNPC), quanto à solvência dos planos de benefícios dos fundos de pensão, que é a capacidade de honrar os pagamentos, no futuro.

“Após ouvir o que a Funcef elaborou, vamos discutir o posicionamento na diretoria da Fenae. Nesta quarta-feira, teremos uma reunião com nossa assessoria atuarial, para entender melhor como será o impacto para os participantes e assistidos”, diz Fabiana Matheus. Moacir Carneiro afirma: “as normas anunciadas na semana passada pelo CNPC mudam bastante a forma de equacionar os déficits. Por isso, temos que analisar tudo com a devida cautela”.

A aplicação das novas regras é opcional para os planos de equacionamento que estão sendo elaborados em 2015 para resultados contabilizados no exercício de 2014. Já para déficits contabilizados a partir de 2015, a regra torna-se obrigatória. A Diretoria Executiva da Funcef definirá nos próximos dias qual das duas formas vai utilizar. Independentemente da decisão, a previsão de início da cobrança extraordinária é abril do próximo ano.

Conforme o cronograma feito pela Fundação, as entidades representativas dos trabalhadores da Caixa têm até 16 de dezembro para apresentar sugestões. Além dos diretores da Fenae, participaram da reunião representantes da Fenacef, Fenag, Advocef, AudiCaixa e CEE/Caixa.

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado