Notícias

Nota de Pesar.jpeg

06/08/2020 17:40 / Atualizado em 10/08/2020 16:43

minuto(s) de leitura.

Fenae lamenta a morte de empregado Caixa e esposa vítimas da Covid-19

Em nota, a entidade destaca a defesa da manutenção de medidas para assegurar a preservação da vida dos trabalhadores do banco e da polução

É com profundo pesar que a Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae) lamenta a morte do empregado do banco, José Ariston Nogueira de Lima, de 69 anos, e da sua esposa Francisca Vieira Lima, de 64 anos, vítimas de Covid-19. O casal, que morava no Gama (DF), morreu com apenas 14 horas de diferença. O bancário faleceu na terça-feira (4), por volta das 18h30, e ela às 8h desta quarta (5). 

José Lima, como era mais conhecido, trabalhou na Gipes, na Universidade Caixa e atualmente estava lotado na agência Gama. O casal deixa três filhas, todas empregadas da Caixa. 

Para a Fenae, a morte de quase 100 mil pessoas em todo o país é resultado do descaso com que o Governo Federal vem tratando a pandemia do novocoronavírus no Brasil, com a postergação de medidas para proteger os brasileiros e garantir o isolamento social necessário para combater a proliferação da doença. 

No caso da Caixa, medidas de proteção aos trabalhadores e a população foram negociadas após pressão das entidades representativas dos empregados, mas não têm se mostrado suficientes para evitar o contágio da Covid-19. 

Na linha de frente do pagamento do auxílio emergencial e do FGTS, recursos que ajudam a socorrer os milhões de brasileiros impactados economicamente pela pandemia, os trabalhadores têm sido expostos à contaminação, por falta de planejamento e desorganização do governo federal e da direção da Caixa. 

No início da pandemia, foi negociado o home office para trabalhadores que coabitam com pessoas do grupo de risco. Entretanto, com a pressão e demanda da gestão da Caixa, essa medida foi sendo reduzida. 

As representações dos empregados da Caixa estão cobrando da direção do banco a ampliação dos protocolos de saúde e segurança para proteger efetivamente os empregados e as pessoas que moram com eles da contaminação de Covid-19, além dos cidadãos que procuram as agências do banco diariamente. 

 É preciso respeito a vida dos empregados da Caixa! 

A Fenae presta solidariedade aos  familiares e amigos de José Lima e Francisca Vieira Lima, e dos mais de 97 mil mortos por Covid-19 no Brasil.

 

 

 

 

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado