Notícias

06/11/2008 08:30 / Atualizado em 13/12/2008 10:55

minuto(s) de leitura.

Empregados do Rio de Janeiro fazem protesto contra CI arbitrária da Caixa

Ato acontece na agência Almirante Barroso. Seeb/RJ orienta bancários a não aceitar pressão nem assinar documento de compensação de horas da greve

Fenae Net

Convocados pelo Sindicato dos Bancários do Rio de Janeiro, os empregados da Caixa Econômica Federal farão protesto nesta quinta-feira, dia 6 de novembro, ao meio-dia, em frente ao prédio da agência Almirante Barroso. O ato acontece em repúdio à CI 107/08, que, de forma arbitrária e unilateral, determina que os dias de greve não compensados até 16 de dezembro sejam descontados do salário de janeiro de 2009.

Na convocação do protesto, o Seeb/RJ afirma que a direção da Caixa, ao editar a circular interna, agiu de forma autoritária e descumpriu a Convenção Coletiva Nacional de Trabalho 2008/2009, assinada entre o Comando Nacional dos Bancários e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban).

Seeb/RJ: orientações
Na mais recente edição do jornal “BancáRio”, o Sindicato dos Bancários do Rio alerta os empregados da Caixa a não aceitar pressão nem assinar qualquer documento ou cronograma de compensação das horas de greve, constantes da CI 107/08, cujo objetivo é punir quem paralisou as atividades. Outra orientação: nenhum empregado deve aceitar trabalhar aos sábados, porque tal expediente é permitido somente em ocasiões excepcionais, mediante autorização do Ministério do Trabalho e do Emprego.

Para o Seeb/RJ, o trabalho aos sábados é ilegal e qualquer pressão deve ser prontamente denunciada. Também não deve ser aceita, sob hipótese alguma, a utilização de Apip ou licença-prêmio para compensação de horas. Quem já recebeu aviso de férias deve recebê-lo na data prevista.

Seeb/DF: ato na Matriz I em repúdio à CI 107/08
Em Brasília, a resposta dos empregados ao autoritarismo da Caixa, expresso na edição da CI 107/08, foi um grande protesto em frente ao edifício Matriz I, organizado pelo Sindicato dos Bancários do Distrito Federal.

No ato do Seeb/DF, os empregados deixaram claro que, sob hipótese alguma, vão admitir desconto nos salários dos bancários que participaram da greve na campanha salarial deste ano. Estiveram presentes os diretores da Fenae Fabiana Matheus (vice-presidente), Jair Pedro Ferreira (Administração e Finanças), Ely Freire (diretora executiva) e Daniel Gaio (Comunicação e Imprensa).

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado