Notícias

aaa curso 2.jpg

06/08/2019 12:47 / Atualizado em 06/08/2019 17:02

minuto(s) de leitura.

Empregados botam a mão na massa no curso presencial de Gastronomia em Recife

O curso é promovido pela Rede do Conhecimento da Fenae, que se estenderá para outros estados. A turma de Pernambuco é uma experiência piloto

Notícias

O curso de Gastronomia e Harmonização de Vinhos, realizado no Recife, através de uma parceria entre a Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae) e a Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (APCEFs) em Pernambuco (APCEF/PE), teve início na noite desta segunda-feira (05), reunindo cerca de 30 funcionários da Caixa, ávidos por aprender conceitos e dicas para curtir o momento de cozinhar com a família e os amigos. O curso é promovido pela Rede do Conhecimento do Fenae.

As aulas, ministradas pelo chef Henrique Salsano, acontecerão até quinta (8), abordando, a cada dia, um insumo, começando pelos legumes, passando pela carne vermelha e finalizando com aves. O diretor de Administração e Finanças da Fenae, Cardoso, compareceu à aula inaugural do curso no Recife e comentou a importância e o alcance das formações oferecidas pela Rede do Conhecimento.

"A Rede permite que os funcionários da Caixa acessem o conhecimento de qualquer lugar do país. São 110 cursos na modalidade de Ensino à Distância, e hoje temos 40 mil pessoas acessando à plataforma. Este é o primeiro curso presencial da Rede do Conhecimento. É uma inovação para os funcionários", discursou Cardoso, na abertura do encontro.

Paulo Moretti, diretor-presidente da APCEF/PE, também enalteceu o diferencial do curso prático. "Nós temos os cursos online de gastronomia e harmonização de vinho, mas resolvemos trazer os associados para botar a mão na massa e experimentar. E isso está sendo muito legal. Essa turma de Recife é a piloto, são quatro dias, com quatro horas, vivenciando a cozinha", disse. Para quem não conseguiu participar desta turma, Moretti afirmou que haverá outras oportunidades: "O curso vai dar uma passagem por outros estados do Brasil e outras turmas serão programadas em Pernambuco também".

Gastrônomo e professor, Henrique Salsano discorreu sobre a proposta do curso e seu contentamento com a integração ao espaço de formação dos funcionários da Caixa. "Enquanto educador eu fiquei muito feliz em ter sido convidado para fazer parte da Rede do Conhecimento, porque a gente não educa só para formar cozinheiros ou chefs de cozinha. A ideia é mudar a relação com o alimento”, comentou. Salsano acrescentou ainda: “De uns tempos pra cá a gente tem desaprendido a cozinhar e a escolher um alimento bom. Saber quem produz, porque produz, como produz. Isso tudo gera uma cadeia muito interessante e, enquanto cozinheiro, a gente precisa passar isso paras pessoas, porque estamos sendo envenenados a cada dia, com tantos agrotóxicos, que geram uma série de problemas de saúde. É esse tipo de relação que a gente promove", explicou.

Associados buscam habilidade e inspiração

Nos ensinamentos do primeiro dia, Salsano deu dicas de higiene e segurança na cozinha e mostrou técnicas para evitar o uso de alimentos ultra processados, como molho de tomate, creme de leite e caldo de carne ou legumes. Para a associada Malu Pinto, 28 anos de idade, e sete de banco, as aulas são uma grande oportunidade. "Eu nunca fiz curso de culinária e não tenho habilidades na cozinha. Mas eu já sabia que a Rede do Conhecimento tem uma base de conteúdos de qualidade, que esse curso seria interessante para me inspirar e me dar mais autonomia", disse.

Já para Lucas Suliano, 31 anos de idade, e sete na Caixa, o casamento recente foi o gatilho para participar do curso. "É como o chef disse: cozinhar é um momento que se compartilha, um faz uma coisa, o outro faz outra, é o momento em que a gente fica junto. Então o curso ajuda a gente a ter repertório para criar outras coisas na cozinha", falou. Atleta do time de basquete da APCEF/PE, Lucas também comentou sobre a interação com os companheiros de trabalho: "A gente não tem oportunidade, no dia a dia, de encontrar e conversar com os colegas, especialmente os que estão em outras agências ou de são de outra modalidade esportiva, e o curso possibilita isso", finalizou.

A cada dia, os participantes do curso aprenderão a preparar uma entrada, um prato principal e uma sobremesa. E para ajudar nas atividades, os alunos de Gastronomia da Uninassau e do Senac estão fazendo parte do curso, foram convidados para aprender com o chef Salsano e colocar em prática o que têm estudado em sala de aula.

 

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado