Notícias

06/02/13 06:24 / Atualizado em 06/02/13 06:24

minuto(s) de leitura.

Dilma Roussef concorda com proposta de realização de conferência nacional sobre o sistema financeiro

Presidenta da República também quer que evento sobre o setor bancário discuta os direitos dos consumidores, tanto no que diz respeito aos juros do cartão de crédito, do cheque especial e das tarifas, quanto em relação ao consumo das novas classes emergentes de todos os tipos de serviços

Fenae Net

Na reunião mantida nesta terça-feira (5) com a direção da Central Única dos Trabalhadores (CUT), no Palácio do Planalto, a presidenta Dilma Rousseff acatou a proposta da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf/CUT) para a realização de uma conferência nacional sobre o sistema financeiro, sugerindo ainda que essa discussão abranja os direitos dos consumidores.

Ainda na reunião, Dilma ordenou ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, que receba o presidente da Contraf/CUT, Carlos Cordeiro, para debater o processo de demissões e a reestruturação no sistema financeiro.

Segundo o presidente da CUT, "a presidenta da República não só concordou com a proposta de conferência sobre o sistema financeiro, como disse que vai trabalhar por ela e propôs ampliar a sua abrangência. Além da discussão do papel dos bancos, da ampliação e do barateamento do crédito, a presidenta quer debater também na conferência os direitos dos consumidores, tanto no que diz respeito aos juros do cartão de crédito, do cheque especial e das tarifas, quanto em relação ao consumo das novas classes emergentes de todos os tipos de serviços, incluídos os dos celulares e telecomunicações em geral".

Vagner Freitas relatou também que Dilma disse que as políticas econômicas e sociais do seu governo e do governo Lula ampliaram o poder de compra dos trabalhadores e de grande parte da população antes excluída. "Os serviços a que essa nova classe média passou a ter acesso são ainda muito caros e em geral estão acima dos padrões internacionais. Eles precisam não apenas ter as tarifas reduzidas, como proporcionar um melhor atendimento à população."

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado