Notícias

DiadeLuta150817.jpg

16/08/2017 07:17 / Atualizado em 16/08/2017 07:23

minuto(s) de leitura.

Dia Nacional de Luta: Empregados da Caixa mobilizados em todo o país

Uma das ações foi a distribuição de Carta Aberta aos empregados e à sociedade. Mobilização dos trabalhadores será fundamental para evitar retrocessos

Notícias

Empregados da Caixa Econômica Federal de todo o Brasil realizaram nesta terça-feira (15) o Dia Nacional de Luta para exigir do banco mais respeito aos direitos da categoria e lutar contra a precarização das condições de trabalho e do atendimento à população. A data foi marcada por manifestações e paralisações em vários estados.

Uma das ações foi a distribuição de Carta Aberta aos empregados e à sociedade. Entre outros pontos, o documento explica toda a estratégia de desmonte imposto pelo governo Temer, com fechamento de unidades, descomissionamentos, ataque ao Saúde Caixa, regulamentação da terceirização dentro das unidades, o perigo de venda da Lotex (loteria) e entrega - principalmente do FGTS - para os bancos privados.

“A realização do Dia Nacional de Luta foi muito importante para pressionar a Caixa contra o desmonte caótico da empresa e dos direitos dos empregados. Na negociação da mesa permanente, reivindicamos a revogação de medidas como o GDP, RH 037 e reestruturação. Não vamos aceitar medidas que reduzam a Caixa, diminuem empregos e prejudiquem clientes”, diz Dionísio Reis, coordenador da Comissão Executiva dos Empregados (CEE/Caixa).

Nas redes sociais, centenas de empregados e entidades representativas fizeram postagens com a hashtag #CaixaRespeiteoEmpregado. Fotos também foram enviadas para a Fenae e a Contraf-CUT. “Esses são sinais claros de que os trabalhadores da Caixa estão insatisfeitos com a intransigência da direção do banco e dispostos a lutar. Só assim será possível manter nossos direitos e evitar retrocessos”, destaca o presidente da Fenae, Jair Pedro Ferreira.

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

selecione o melhor resultado