Notícias

07/03/17 11:41 / Atualizado em 07/03/17 11:44

minuto(s) de leitura.

Congresso Extraordinário da Contraf-CUT começa nesta quarta

O evento, que acontece em São Paulo, até sexta-feira(10), definirá o plano de lutas da categoria bancária. Serão debatidos temas como reforma da previdência e o desmonte dos bancos públicos

Delegados e delegadas sindicais de todo o país participam a partir desta quarta-feira (8) do Congresso Extraordinário da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), em São Paulo (SP). Na oportunidade, será definido o plano de lutas da categoria bancária e a reforma estatutária da entidade. A Fenae será representada no evento pelo diretor-presidente, Jair Pedro Ferreira.

“Vamos realizar este Congresso Extraordinário num momento extremamente importante para organizar a luta dos trabalhadores. Estamos sob ataque das elites empresariais do Brasil que, articulados com a mídia acumularam um alto poder legislativo para alterar e retirar direitos trabalhistas. Vamos debater a conjuntura e organizar um plano de lutas para defender empregos e direitos no próximo período”, explica o presidente da Contraf-CUT, Roberto von der Osten.

Devem participar dos debates 344 delegados. Na quarta-feira, haverá um coquetel de boas-vindas na sede da entidade, no centro da capital paulista, a partir das 19h. Na quinta-feira (9), bancários e bancárias discutem as ameaças aos direitos dos trabalhadores, na conjuntura atual, dentro do Painel Reformas da Previdência Social e Trabalhista, que contará com a participação do o ex-deputado federal Claudio Puty, professor da Universidade Federal do Pará ( UFPA), Carlindo Paulo Rodrigues de Oliveira, professor pela Escola Dieese de Ciências do Trabalho e o presidente da CUT, Vagner Freitas.

O encontro segue com o Painel Futuro do Emprego, com a presença do professor Moises Marques, da Associação 28 de Agosto, da economista do Dieese, Vivian Machado, e com a participação da professora de Ciências Sociais Unicamp, Carla Regina Mota Alonso Dieguez.

No Congresso, também estará em pauta o desmonte dos bancos públicos. O Painel Defesa dos Bancos Públicos contará com a participação de Guilherme Boulos, coordenador do MTST; Ricardo Berzoini, ex-ministro da Previdência e do Trabalho e das Comunicações; Marcel Barros, o diretor de Seguridade da Previ, e João Sicsu, professor do Instituto de Economia da UFRJ.

Na sexta-feira (10), a partir das 9h, delegados e delegadas votam o Plano de Lutas e a Reforma Estatutária da Contraf-CUT.

Credenciamento

O credenciamento dos delegados e delegadas ocorrerá das 16h às 20h, na quinta-feira (8).

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado