Notícias

26/03/08 10:49 / Atualizado em 13/12/08 10:55

minuto(s) de leitura.

Confira o resultado do Concurso Desenho Infantil Fenae

A edição 2007 do concurso Desenho Infantil Fenae, com inscrições encerradas no dia primeiro de fevereiro de 2008, chega ao fim premiando 15 participantes em 4 categorias. O concurso teve como tema “aventura”. Dirigido aos filhos (as) dos empregados da Caixa (ativos, aposentados e pensionistas) sócios efetivos das Apcefs e contribuintes do Fenae Doações, o concurso recebeu 136 trabalhos.

O primeiro colocado de cada categoria vai receber um prêmio de 25 mil pontos a serem resgatados por prêmios no site www.programapar.com.br. O segundo receberá 20 mil pontos o terceiro, 15 mil pontos. O vencedor do júri popular também receberá a mesma pontuação do terceiro colocado. Troféus e certificados serão dados aos autores dos desenhos vencedores.

Confira a seguir a lista dos participantes, autores e obras dos vencedores de cada categoria.

Categoria A - Crianças de 5 a 6 anos
1º Lugar
Título da Obra: Aventura
Autor: Isabela Grando
Participante: Ninfa Maria Deboni
Cidade: Passo Fundo - RS

2º Lugar e Júri Popular
Título da Obra: Visita ao Pantanal
Autor: Ivan Costa Dativo Filho
Participante: Ivan Costa Dativo
Cidade: Cabedelo - PB

3º Lugar
Título da Obra: Safári – uma aventura na África
Autor: Jorge Filêmon Carneiro Santos
Participante: Meiry de Paula Santos Carneiro
Cidade: Goiânia - GO

Categoria B - Crianças de 7 a 8 anos
1º Lugar
Título da Obra: Poupançudos: Uma aventura na Amazônia
Autor: Júlia Zanotto Boamar
Participante: Débora Marques Zanotto
Cidade: Vacaria - RS

2º Lugar
Título da Obra: “Aventura na Amazônia: Preserve esta aventura”
Autor: Esther Almeida Santos
Participante: Walter Francisco dos Santos
Cidade: São João Del Rei - MG

3º Lugar
Título da Obra: Minha Aventura nos Céus
Autor: Thales Fernando Canabarro Araujo
Participante: João Fernando Pires Araujo
Cidade: Porto Alegre - RS

Júri Popular
Título da Obra: Tirolesa na Selva
Autor: Matheus Coelho Tavares de Souza
Participante: Patricia Coelho Tavares de Souza
Cidade: Suzano - SP

Categoria C - Crianças de 9 a 10 anos
1º Lugar
Título da Obra: Aventura espacial
Autor: Henrique Félix Trindade
Participante: Marly Alves dos Santos
Cidade: Bertioga - SP

2º Lugar
Título da Obra: Montanha-russa desgovernada
Autor: Cristiano Vinicius Isotton
Participante: Marco Aurélio Isotton
Cidade: Rio do Sul - SC

3º Lugar
Título da Obra: Aventura na água
Autor: Lara Scherma
Participante: Milton Tadeu Scherma
Cidade: Descalvado - SP

Júri Popular
Título da Obra: Asa Delta nas Montanhas
Autor: Catarina Spindola Becce
Participante: Álvaro Cezar de Souza
Cidade: Brasília

Categoria D - Crianças de 11 a 12 anos
1º Lugar
Título da Obra: Tudo por um tesouro
Autor: Juliano de Souza Pinto Pereira
Participante: Marceli Cecília de Souza Pereira
Cidade: Florianópolis - SC

2º Lugar
Título da Obra: Aventura na floresta
Autor: Diana Ramos Zambrozuski
Participante: Carmen Rejane Ramos
Cidade: Osório - RS

3º Lugar
Título da Obra: Explorando e aventurando
Autor: Taís Rocha Val
Participante: Tânia Inês Penna de Macedo Rocha Val
Cidade: Belo Horizonte - MG

Júri Popular
Título da Obra: Aventura ao redor do mundo
Autor: Natália Carolina de Mantova José
Participante: Andréa Patricia de Mantova
Cidade: Londrina - PR

Avaliação dos Jurados

A comissão julgadora desse concurso foi formada pela pedagoga Carmem Dilene Vitoriano, o designer Renato Bonadio e o professor de educação artística Paulo Faria.

Carmen Dilene avalia que a maior parte dos trabalhos contemplou o tema e que os autores esbanjaram criatividade. “Algumas crianças demonstraram ter mais cuidado no desenho, e pareceram gostar daquilo que estavam desenvolvendo, enquanto outras já não apresentaram tanto envolvimento”. Carmen destaca a importância do papel dos pais, que devem estimular seus filhos a desenharem, mas sem forçá-los, se eles não tiverem esse interesse.

Outro aspecto positivo levantado pela pedagoga foi o fato de os desenhos mostrarem que as crianças mostram preocupação com uma aventura saudável. “A maioria dos desenhos mostra a preocupação da criança em ter uma aventura com segurança, seja no esporte ou em outro planeta, ou de maneira socialmente saudável, como naquelas em que as pessoas desenhadas se ajudam de forma coletiva, com companheirismo”, destaca Carmen.

Renato Bonadio valoriza o tema escolhido pela Fenae: “Quantas aventuras ficariam escondidas se não fosse esse concurso para mostrar para todo mundo que nosso futuro está sim em boas mãos?”. Ele avalia que o aproveitamento desta edição foi fantástico e que existem grandes artistas entre os participantes e quem ainda não é já está despontando para outras áreas do conhecimento como a botânica, engenharia, biologia, astrologia entre outras dezenas.

Paulo Faria destaca a boa qualidade geral dos trabalhos: “Dentro de aventura foram exploradas diversas temáticas, desde aventuras cotidianas até histórias medievais, animes e alienígenas.” Ele utilizou como critérios de avaliação a clareza na forma, no traço, na composição das cores e a utilização geral do espaço, além da criatividade e adequação ao tema.

Três dicas importantes foram dadas por Paulo: primeiro ele recomenda aos pais que não tentem induzir um título para os desenhos de seus filhos - o professor defende que esse é um trabalho a ser confiado para a intuição dos próprios autores dos desenhos. Segundo, ele recomenda para as crianças que optarem por utilizar desenhos massificados (hello kit, pokemon, homem aranha) que o façam de maneira criativa, e não uma mera cópia. Por último - e não menos importante - ele lembra que a criança não deve escrever o nome no desenho pois isso, num concurso, a desclassifica automaticamente.

Carmen Dilene Vitoriano é formada pela Universidade Católica de Brasília (UCB), com licenciatra plena em pedagogia nas séries iniciais, em orientação educacional e magistério. É pós-graudada em educação especial com orientação em inclusão.
Atualmente é professora na Secretaria de Educação do Distrito Federal.
Renato Bonadio é formado em desenho industrial e é especializado em webdesign. É diretor de criação e produção (html e flash) de peças e campanhas publicitárias (e-mails, banners, entre outros formatos) de uma agência de publicidade em São Paulo.

Paulo Faria é bacharel em Artes Plásticas pela Universidade de Brasília e cursa licenciatura em artes plásticas. Atualmente é diretor pedagógico de uma escola de artes e professor da Faculdade Dulcina de Moraes em Brasília (DF).

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado