Notícias

Fachada Caixa 10 400.JPG

22/12/2020 11:44 / Atualizado em 22/12/2020 11:54

minuto(s) de leitura.

CEE retoma hoje (22) negociação com a Caixa sobre GDP

Direção da Caixa quer implementar "GDP emergencial" para definir a promoção por progressão na carreira (delta). Proposta dos representantes dos empregados era delta para todos os empregados não enquadrados nos impedimentos previstos pelo RH 176

A Comissão Paritária da Promoção por Mérito retoma, nesta terça-feira (22), as negociações com a Caixa sobre a implementação da Gestão de Desempenho de Pessoas, a GDP. Desde o fim da Campanha Nacional dos Bancários deste ano o grupo tenta agendar uma reunião com a Caixa para tratar do assunto. A direção do banco cancelou ou prorrogou a discussão diversas vezes. Depois de muita insistência da Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE/Caixa), que representa os trabalhadores do banco na mesa de negociação, a reunião foi realizada na última quarta-feira (16).

A direção do banco quer aplicar a GDP em sua totalidade e utilizar a avaliação para definir o delta (promoção por progressão na carreira) do próximo ano. Em função do curto prazo, que na prática inviabiliza a divulgação dos critérios aos empregados, adequação de sistemas e atualização de normativos, os representantes dos empregados não aceitaram a proposta da Caixa, e propuseram a distribuição linear de um delta para todos os empregados não enquadrados nos impedimentos previstos pelo RH 176 (os impedimentos são ter menos de 180 dias de efetivo exercício, mais que 3 faltas não justificadas, ter recebido censura ética, penalidade de suspensão ou de advertência, caso tenha recebido outra há menos de 5 anos).

Para a coordenadora da Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE/Caixa), Fabiana Uehara Proscholdt, o momento é de reconhecimento e não de avaliação. “A empresa deveria reconhecer todo o esforço durante este ano de pandemia. Os empregados estão sobrecarregados, com jornadas estafantes, sendo cobrados por metas desumanas. Vemos que mais uma vez o assédio institucional é a linha de ordem da empresa. Lamentável!".

A reunião desta terça-feira deve terminar no final do dia.

 

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado