Notícias

28/07/2007 15:57 / Atualizado em 13/12/2008 10:55

minuto(s) de leitura.

Campanha lutará para estender a convenção dos bancários a todos os trabalhadores do ramo financeiro

Na discussão sobre o ramo financeiro, a prioridade é envolver os trabalhadores terceirizados, os das cooperativas de crédito e os que trabalham nas financeiras

A luta para estender a Convenção Coletiva Nacional da categoria bancária a todos os trabalhadores do ramo financeiro, com destaque para os terceirizados, os cooperativados e para os financiários, será uma das prioridades da campanha salarial deste ano. Resolução com este objetivo foi aprovada pela plenária deste sábado (dia 28 de julho) da 9ª Conferência Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro, que prossegue no dia de amanhã (domingo), em 29 de julho.

Nesta campanha salarial, a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf/CUT) terá como meta a organização de todos os trabalhadores do ramo financeiro, lutando contra a precarização das relações e contra as terceirizações. Os trabalhadores terceirizados, os cooperativados e os financiários serão convocados para as assembléias sindicais e também será realizado um ato de sindicalização simbólica desses trabalhadores.

No caso específico das cooperativas de crédito, a Contraf/CUT irá realizar um encontro jurídico para avaliar a situação desse segmento. Será realizado ainda um seminário de formação para todas as lideranças sindicais do campo da Central Única dos Trabalhadores (CUT).

Outra prioridade diz respeito aos trabalhadores das financeiras. Na tentativa de envolver este segmento na campanha salarial da categoria bancária, a Contraf/CUT irá organizar um Dia Nacional de Luta em 14 de agosto, com realização de atividades de mobilização junto aos trabalhadores das financeiras do país.

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado