Notícias

reuniao_SEEB_400.jpg
Foto: Seeb-SP

28/01/2020 18:36 / Atualizado em 28/01/2020 18:42

minuto(s) de leitura.

Caixa detalha reestruturação em São Paulo

Representantes dos trabalhadores cobram garantias para os empregados envolvidos no processo que irá afetar funções e papel social do banco público

 

Em reunião realizada nesta segunda-feira 27,  o superintendente (Sure) de São Paulo, Robert Kennedy, detalhou os efeitos da reestruturação em São Paulo.  Representando os trabalhadores, estiveram presentes na reunião Dionísio Reis (Coordenador da Comissão Executiva dos Empregados da Caixa CEE/Caixa), Francisco Pugliesi (Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região), Ed Saba, presidente da Agcef/SP, Leonardo Quadros (Apcef/SP) e Sérgio Takemoto (Fenae).

Kennedy informou que as duas Superintendências (Sures) serão fundidas, passando a se chamar SUV (Superintendência Nacional de Varejo).  As superintendências regionais serão reduzidas das atuais 18 para nove.

Sobre os remanejamentos de funções, haverá flexibilização por meio de um processo  seletivo exclusivo para os bancários que buscarem ascensão de cargo. O Sure informou que os bancários que buscarem a lateralidade (para concorrer à mesma função) assumirão diretamente, sem passar por processo seletivo.

“A direção da Caixa insiste que haverá aumento de funções, mas matematicamente nós não conseguimos identificar essa afirmação. O que temos observado é a redução de funções com redução salarial. E vamos cobrar preservação dos direitos dos trabalhadores”, afirma Chico Pugliesi. 

Um destes direitos já está preservado: os bancários com 10 anos ou mais no mesmo cargo comissionado terão a comissão incorporada. Isso graças a liminar obtida pelo movimento sindical que garante a manutenção da RH 151.

“Vamos cobrar da direção da Caixa garantias na mesa de negociação para os empregados afetados por essa reestruturação que irá prejudicar não apenas os trabalhadores do banco, mas também a função social da empresa pública, que vem adotando cada vez mais uma linha comercial visando aumento da rentabilidade, ao mesmo tempo em que está abandonando o atendimento à população”, afirma o dirigente.

Fonte: Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osaasco e Região

 

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado