Notícias

09/02/2010 - P

09/02/10 08:37 / Atualizado em 09/02/10 08:41

minuto(s) de leitura.

Caixa adia negociação com a Contraf/CUT sobre jornada de trabalho

Reunião tinha o objetivo de dar sequência ao debate sobre jornada de trabalho. Nova data será agendada para a semana de 22 a 26 de fevereiro

Fenae Net

Por solicitação da Caixa Econômica Federal, a rodada de negociações da mesa permanente com a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf/CUT), inicialmente prevista para quarta-feira, dia 10 de fevereiro, foi adiada. Nova data deverá ser agendada na semana de 22 a 26 de fevereiro.

Essa reunião tinha o objetivo de dar sequência ao debate sobre jornada de trabalho, iniciado na rodada do último dia 22 de janeiro, quando a empresa frustrou mais uma vez a expectativa dos empregados ao anunciar intenção de reduzir a jornada dos ocupantes de cargos técnicos de oito para seis horas, com redução salarial, antes mesmo da implantação do novo Plano de Cargos Comissionados (PCC).

Essa proposta, aliás, feita de forma unilateral pela Caixa, foi duramente criticada pela Contraf/CUT e pela Comissão Executiva dos Empregados (CEE/Caixa), sobretudo por contrariar o que defende o conjunto dos empregados: jornada de seis horas para todos sem redução de salário.

Em virtude do adiamento das negociações da mesa permanente, a reunião da CEE/Caixa, prevista para esta terça-feira, dia 9 de fevereiro, na sede da Fenae, também não mais ocorrerá.

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado