Notícias

22/11/07 05:14 / Atualizado em 13/12/08 10:55

minuto(s) de leitura.

BNDES e Previ vão vender até 4,5% do Banco do Brasil

O BNDESPar, braço de investimentos do BNDES, e a Previ, fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil, decidiram vender até 4,5% das ações do BB por meio de uma oferta pública que terminará no dia 17 de dezembro.

A operação será semelhante à feita em junho do ano passado, quando o Tesouro Nacional vendeu R$ 2,27 bilhões em ações. A expectativa é que a operação movimente cerca de R$ 3,2 bilhões.

O prazo para a reserva dos papéis vai de 28 deste mês a 11 de dezembro. Pequenos investidores poderão comprar de R$ 1.000 a R$ 300 mil, sendo que aqueles que fizerem o investimento indireto, por meio de um fundo, poderão alocar valores a partir de R$ 200.

Na oferta, os investidores de varejo poderão comprar entre 20% e 80% dos papéis leiloados, dependendo da demanda. Os IPO (oferta pública inicial de ações, na sigla em inglês), por exemplo, costumam reservar apenas 10% dos papéis para o varejo. O restante vai para os fundos de investimento no país e no exterior.

Funcionários e clientes do BB terão prioridade na compra, podendo ficar com pelo menos 10% do total de papéis vendidos, em caso de rateio.

No caso dos funcionários, o pagamento das ações poderá ser feito em até 12 parcelas sem juros. O funcionário que colocar dinheiro próprio no investimento terá 10% de desconto no valor da venda -como dinheiro próprio, o BB aceitará até prêmios, como licenças remuneradas e abonos de assiduidade. Já o funcionário que emprestar dinheiro para compra do papel terá o desconto reduzido para 3,58%. Os clientes do banco não terão desconto no preço das ações.

O objetivo é adequar as ações do Banco do Brasil às regras do Novo Mercado da Bovespa, que prevê que pelo menos 25% dos papéis estejam pulverizados no mercado. Hoje, o mercado detém apenas 14,85% das ações do banco. Com a operação, 19,6% das ações do BB deverão ficar na Bolsa.

O BB tem até junho de 2009 para se adequar ao Novo Mercado, segmento que adota regras diferenciadas de transparência em relação ao acionista. Ou seja, para chegar a 25% de ações negociadas na Bolsa, a Previ e o Tesouro Nacional deverão fazer pelo menos mais uma nova venda de ações.

Hoje, a Previ tem 11,4% do BB, enquanto o Tesouro Nacional tem 68,67%, e o BNDESPar, 5,04%. Com a oferta, a Previ reduzirá sua participação para 10,8%, e o BNDESPar, para 2,1%, sem considerar a provável venda de lote suplementar e outra adicional de papéis.

Na operação do ano passado, 48 mil investidores de varejo compraram ações do BB.
Como aconteceu no ano passado, o anúncio da oferta derrubou ontem em 7,25% o preço das ações ON do Banco do Brasil. Além do dia negativo, o leilão aumenta a oferta de papéis negociados no pregão da Bolsa.

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado