Notícias

14/11/07 05:30 / Atualizado em 13/12/08 10:55

minuto(s) de leitura.

Bancos brasileiros resistem à crise

Os bancos brasileiros e os latino-americanos em geral têm revelado boa resistência à recente turbulência nos mercados globais de crédito causada pela crise nas operações americanas com hipotecas de alto risco (subprime). A conclusão é de relatório divulgado ontem pela agência internacional de rating Moody's.

Segundo a vice-presidente sênior da área de bancos das Américas, Maria Celina Vansetti-Hutchins, foram os mercados locais que garantiram essa resistência. "Os bancos brasileiros, assim os demais da região, cresceram muito embalados pela expansão do crédito e das economias locais. Foi portanto um processo interno que sustentou a solidez dos bancos da região", afirmou Celina ao Valor.

Mas, a especialista alertou que ainda há um quadro de incerteza em relação à evolução da crise internacional de crédito e turbulência dos mercados. Diante disso, resta saber se os mercado locais continuarão provendo liquidez para os bancos. "A questão não é só a existência de liquidez mas também a capacidade de gerenciamento dessa liquidez. À medida que os acontecimentos do mercado resultarem em restrições à captação e à liquidez, a força do crédito pode acabar sendo afetada."

No atual momento, o estudo da Moody's não detectou problema de rentabilidade ou qualidade das carteiras. A margem líquida financeira dos bancos brasileiros foi de 6,94% no fim do primeiro semestre, inferior aos 7,58% do final de 2006, afetada pela redução gradual dos juros. Nos bancos chilenos, a margem é menor, de 4,23%; nos mexicanos, é de 9,3%.

A inadimplência está relativamente estável nos bancos brasileiros, com 3,49% da carteira total em junho e 3,68% em dezembro. Já no Chile é inferior a 1% desde 2005; e, no México, fica ao redor de 2%.

Para Celina, "os efeitos na região têm se manifestado na maior volatilidade nos preços dos ativos e restrições ao acesso aos mercados internacionais de dívida".

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado