Notícias

01/02/2011 08:13 / Atualizado em 01/02/2011 08:33

minuto(s) de leitura.

Bancários realizam novo protesto pela correção da tabela do IR e pela valorização do salário mínimo

Fenae Net

Morda o leão antes que ele te morda. Tendo esse mote bem-humorado como parâmetro, os bancários de São Paulo realizam nesta terça-feira, dia 1º de fevereiro, um novo protesto pela correção da tabela do Imposto de Renda e pela política de valorização do salário mínimo.

Organizada pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, a mobilização tem o objetivo de pressionar o governo, que se reúne com as centrais sindicais nesta quarta-feira, dia 2 de fevereiro, em Brasília. Os trabalhadores reivindicam que a tabela do IR seja corrigida pela inflação do ano anterior, calculada em 6,47% pelo INPC de 2010.

A importância da correção da tabela do IR para os trabalhadores está no fato de que quase 90% das campanhas salariais do ano passado arrancaram com muita luta aumento real para os salários. Em relação a isso, o Seeb/SP afirma que, se não houver essa correção, boa parte desses ganhos será mordida pelo leão.

A iniciativa do protesto pelo Seeb/SP conta com o apoio da Central Única dos Trabalhadores (CUT), que junto com outras centrais sindicais conduz o movimento país afora pela valorização do salário mínimo, pela correção da tabela do IR e pelo reajuste em 80% nos benefícios das aposentadorias e pensões que recebem acima do salário mínimo.

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado