Notícias

11/03/15 08:01 / Atualizado em 11/03/15 08:01

minuto(s) de leitura.

Atenção, empregados da Caixa! É hora de informar o valor destinado ao MCPC na declaração do Imposto de Renda

O chamado recibo de mecenato, no qual constam os dados para preenchimento da declaração do IRPF, está disponível no site do projeto. Diretor da Fenae ressalta a importância da doação do pessoal da Caixa e informa que o prazo para aderir deve começar mais cedo este ano

Fenae Net

Já está disponível, no site do Movimento Cultural do Pessoal da Caixa (www.mundocaixa.com.br/mcpc), o recibo de mecenato emitido pelo Ministério da Cultura e o comprovante de depósito em nome de quem aderiu o MCPC em 2014. Os documentos devem ser usados no preenchimento da declaração anual do Imposto de Renda de Pessoa Física. Basta entrar no www.mundocaixa.com.br/mcpc, fazer o login, clicar em “Meu espaço” e depois em “Suas doações”.

No momento da adesão ao MCPC, o empregado do banco informou o valor a ser destinado à iniciativa. Por meio da Lei Rouanet, é possível reverter até 6% do IR devido para projetos culturais. Agora, caso o participante tenha direito a restituição, a doação será acrescida ao total que será recebido. Em caso de imposto a pagar, haverá o desconto na quantia. No ano passado, 1.510 pessoas aderiram ao Movimento Cultural do Pessoal da Caixa.

“É com esse dinheiro destinado pelos empregados do banco, mais as verbas de parceiros como Caixa Seguros e PAR Corretora de Seguros, que realizamos o projeto Eu Faço Cultura. Em 2014, levamos oficinas e espetáculos para 13 cidades. Neste ano, o EFC terá um novo formato, que vamos divulgar em breve. Em linhas gerais, a proposta é disponibilizar acesso gratuito a manifestações e bens culturais em todo o Brasil. Nosso muito obrigado a todos que contribuem com isso”, afirma o diretor de Cultura da Fenae, Moacir Carneiro.

Como declarar

No programa de declaração do IRPF 2015, o recurso destinado ao MCPC deve ser informado na área “Doações Efetuadas”. Basta clicar em “Novo”, escolher o código “41 – Incentivo à cultura” e preencher os campos. Os dados do produtor (nome e CNPJ), que no caso é a Fenae, e o valor pago estão discriminados no recibo de mecenato. Depois é só clicar em “OK” para finalizar. Em caso de dúvida, enviei um e-mail para mcpc@mundocaixa.com.br.

MCPC e EFC
O Movimento Cultural do Pessoal da Caixa surgiu em 2006, por iniciativa da Fenae em parceria com as Apcefs. Desde então, já engajou cerca de 30 mil empregados do banco. Ao longo de oito anos de existência, possibilitou que o projeto Eu Faço Cultura passasse por mais de 60 cidades, com mais de 200 eventos realizados. Cerca de R$ 31 milhões foram arrecadados e investidos, beneficiando mais de 50 instituições e 600 mil pessoas.

E segundo o diretor de Cultura da Fenae, Moacir Carneiro, o formato de captação dos recursos também vai mudar. “Nossa intenção é iniciar o prazo de adesão em maio, logo após o fim do período para enviar a declaração do Imposto de Renda. Assim, teremos mais tempo para mobilizar os empregados da Caixa em todo o país”, diz. Ele acrescenta: “Com o MCPC, a categoria não apenas colabora para manter viva a diversidade cultural do nosso país, como também ajuda a expandir o EFC, que poderá ser ainda melhor em 2016”.

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado