Notícias

curso educacao digital_PE_400_.jpeg

13/11/19 06:06 / Atualizado em 12/11/19 19:16

minuto(s) de leitura.

Aposentados da Caixa aprendem como melhorar qualidade de vida usando a tecnologia

Curso sobre educação digital ocorreu nesta terça (12) para associados da Fenae e Apcef/PE no Recife

 

A tecnologia como parceira na melhoria da qualidade de vida.  A Apcef/PE ofereceu aos associados aposentados da Caixa Econômica Federal em Pernambuco, na tarde desta terça (12), um curso de educação digital. Foi mais um curso presencial da Rede do Conhecimento, plataforma de aprendizado da Fenae e das Apcefs. Facilitada pelo especialista Tony Ventura, a oficina apresentou noções de como utilizar, de modo rápido e fácil, as ferramentas fornecidas pelos avanços do mundo de hoje, como redes sociais, smartphones e aplicativos.

Realizado na sede da Associação dos Economiários e Aposentados Pensionistas (Aeap), no bairro de Santo Antônio, região central do Recife, o curso deu dicas valiosas para a interação de cerca de 20 associados da Apcef/PE com os recursos de comunicação mais atuais, como WhatsApp, Facebook e Instagram. “A internet une as pessoas. Ela pode servir como um instrumento para a melhoria da qualidade de vida em uma época em que as mudanças ocorrem de maneira cada vez mais rápidas”, explicou Ventura. “A gente passou por assuntos como e-mail, agenda, WhatsApp, viagem, fotos de câmera de celular. São coisas a que a gente já está acostumado, mas com dicas inteligentes para melhorar a nossa vida.”

Para o presidente da Apcef/PE, Paulo Moretti, a ideia do curso é a de que os colegas aposentados possam ter mais intimidade com as funcionalidades que um smartphone e a internet oferecem. “Esse curso está inserido dentro da Rede do Conhecimento, onde nós temos mais de 100 opções oferecidas, de acordo com as habilidades e os interesses de cada um.  É um grande projeto da Fenae que abre, em várias áreas, possibilidade para buscar conhecimento”, salientou Moretti.


Para a aposentada Graça Rodrigues, 58 anos, 25 dos quais dedicados à Caixa Econômica Federal, o curso serviu para desmistificar o smartphone como “bicho-papão”: “Esse curso vai me dar mais independência. Não vou mais precisar incomodar meus filhos para poder usar a tecnologia”.


Opinião similar é a do também aposentado Gilvan Dias Barreto, 69. Segundo Gilvan, que trabalhou 34 anos na Caixa, aprender essas ferramentas lhe dá mais autonomia. “Pegar mais intimidade com o celular é essencial. Conhecer mais sobre os recursos que esse instrumento nos dá vai ajudar bastante na minha vida, interagir mais com nossos filhos e netos, mesmo a distância”, enfatiza.

Plataforma de educação

A Rede do Conhecimento dispõe de mais de 107 cursos EAD em vídeo aulas, além de podcasts, infográficos, pílulas de conhecimento, palestras no Inspira Fenae e vídeos especiais para ajudar os usuários a desenvolverem habilidades e ampliar o conhecimento. 

Todos que compõem o quadro funcional da Caixa podem matricular-se e iniciar cursos da Rede, a conclusão deles e o acesso aos recursos, porém, é restrita aos que são associados a uma das 27 Apcefs. Mais recentemente, a plataforma passou a matricular os dependentes dos associados.

 

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado