Notícias

aposentados-RS_400.jpg
Foto: Apcef/RS

27/01/20 18:36 / Atualizado em 27/01/20 18:43

minuto(s) de leitura.

Apcef/RS reúne aposentadas e aposentados em grande confraternização

Em sua 12ª edição, a atividade ocorreu na quarta-feira (22), no Espaço Bem Viver A em Porto Alegre. O evento teve público recorde neste ano

Com público recorde, a Confraternização pela comemoração do Dia da Aposentada e do Aposentado da Apcef/RS reuniu novamente colegas para momentos de abraços, sorrisos, aprendizado e diversão – tudo isso ao sabor de café da manhã, almoço e lanche da tarde, preparados com esmero e carinho. Em sua 12ª edição, a atividade ocorreu na quarta-feira (22), no Espaço Bem Viver A em Porto Alegre. A programação foi mais uma vez pensada em torno de temas relevantes para olhar de frente e caminhar confiante a trilha que leva a uma vida longa, com consciência, e tomada das melhores decisões para encarar este novo horizonte que é a longevidade.

A Associação gaúcha tem compromisso com esse grande público que está vivendo o período de jubilamento com defesa de direitos, atividades lúdicas e de produção de conhecimento, além dos muitos Espaços Bem Viver acolhedores. “Este é um evento planejado, portanto, especialmente para a integração das pessoas aposentadas. Neste ano, pensamos da mesma forma: refletir sobre a nossa condição, me incluo porque também sou aposentada desde 2010, pensando na longevidade, com envelhecimento saudável e realizando sonhos”, relata a diretora de Aposentadas, Aposentados, Previdência e Saúde, Célia Zingler.

“As atividades ocorreram com um encadeamento de momentos para mesclar os conhecimentos com o lúdico. Valorizar o reencontro das pessoas, acredito, é o objetivo central. O reconhecimento é evidenciado pelo número crescente de público, então acho que estamos acertando o tom dos eventos a cada ano”, afirmou.

A confraternização começou por volta das 9h, quando o público foi recebido com um café da manhã para um dia intenso. Logo depois, a jornalista e apresentadora de TV Laura Medina deu início às atividades, com um animado debate intitulado "Envelhecendo, eu!?" que começou com a música Envelhecer, de Arnaldo Antunes. Veja a live publicada no Facebook.

“Como boa ‘envelhescente’ que sou, fico muito feliz em encontrar cada vez mais pessoas interessadas em ouvir e conversar sobre o tema”, disse. Laura Medina, especialista para abordar saúde e bem-estar, falou sobre temas como a longevidade do ponto de vista da ciência, bem-estar e estratégias para um envelhecimento saudável do ponto de vista físico e mental. Para além das informações bem fundamentadas, foi também um momento de interação e alegria.

"Encontros assim promovem o compartilhamento de informações e o debate saudável desse assunto ainda tão pouco comentado, e tão importante para todos nós, independente da idade”, analisou.

Antes do almoço, o já clássico Aperitivo Poético: colegas com produção literária apresentaram suas obras com declamações. Nas paredes do salão, a mostra Livro Aberto expôs obras – entre poemas e contos – de colegas de Pelotas, responsáveis pela ação. Enquanto isso, também estavam disponíveis algumas das atrações da Confraternização: o Espelho Mágico Fotográfico, para levar uma lembrança impressa para casa; as sessões de shiatsu ao ar livre; ou a apresentação do método Super Cérebro, uma modalidade lúdica de exercícios disponível para associados/as através de convênio da Apcef, que será oferecida a partir de março.

A diretora Célia Zingler, junto com a psicóloga Maria Isabel Peres Matos, apresentou um novo serviço de estágio em Psicologia para atividades em grupo, especialmente para pessoas aposentadas da Caixa e vai funcionar de março a junho na Apcef.

A primeira atividade da tarde foi o lançamento de um novo do Seguro Jurídico, intitulado O Direito da Mulher não Precisa ser um Tabu, desenvolvido pelo núcleo das mulheres advogadas do escritório Direito Social. As quatro advogadas que apresentaram o novo serviço, Caroline Anversa, Fernanda Macedo, Luisa de Castro e Viviane Intini, farão o atendimento com uma visão de acolhimento e encaminhamentos para resolver situações de violência das quais as mulheres são vítimas, incluindo a violência doméstica e nas relações de trabalho. Explicaram que se trata de uma área “que une questões exclusivamente femininas a direitos comuns, com uma abordagem diferenciada e foco na condição da mulher na sociedade e no mundo jurídico”. A Associação publicará, em breve, um material exclusivo para apresentar detalhadamente este tipo de atendimento, que já está disponível. É só ligar para o telefone (51) 3215-9000 e agendar.

Em seguida, o Doutor em Botânica Estevão do Nascimento Fernandes de Souza apresentou a palestra "Conhecendo os Benefícios da Aromaterapia para a Saúde". Ele, que é titulado pela Universidade de Reading (Inglaterra), explicou as muitas possibilidades da aromaterapia de utilização das essências aromáticas para a saúde e higienização de espaço, evitando o uso de venenos e outros produtos químicos.

Para muita diversão, o dançarino e professor de dança Fernando Campani entrou no salão dançando e foi recebido com muitos aplausos e expressões de alegria. O coroamento das atividades não podia deixar de apresentar a dança, responsável por proporcionar movimentos ritmados que fazem o corpo e a mente interagir intensamente. A dança é considerada uma importante atividade para retardar ou até evitar a demência pelo bem-estar que proporciona.

Campani falou sobre a importância de ir atrás dos próprios sonhos – e que nunca é tarde para isso. Ele, que chegou a ser piloto na aviação comercial, optou pela carreira na dança tardiamente, e, a despeito disso, teve um percurso de sucesso. Além, claro, de colocar todo mundo para dançar!

O associado porto-alegrense Reinaldo Medeiros Miranda participou de todas as confraternizações para pessoas aposentadas desde sua aposentadoria. Para ele, o evento é uma oportunidade “para que nós revejamos nossas memórias de amizades e sentimentos, que não podem se perder”.

“Um momento como este faz a gente revisitar a época em que trabalhamos na Caixa, onde aprendemos profissionalmente e criamos laços de amizade. Isso revigora. Além da programação sempre excelente, conhecemos também colegas novos que recém se aposentaram. 'É impossível ser feliz sozinho', como dizia Tom Jobim. Paz e amor no coração, saúde para todo mundo!”, deseja.

Atividades pelo Dia da Aposentada e do Aposentado são realizadas em todas as 27 Apcef, e têm o patrocínio da Fenae. Agradecemos a Ecco Salva, empresa conveniada da Apcef, pelo apoio com disponibilidade de profissionais e uma ambulância para atendimentos urgentes, que felizmente não se fizeram necessários. Neste evento, a Associação recolheu de alimentos através do projeto “Aqui a sua doação vira um livro”. A arrecadação será doada à entidade Integração dos Anjos, que atende crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade, além de lutar por moradia digna.

Fonte: Apcef/RS

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado