Notícias

FacebookLiveSaudeCaixa-600x400

27/07/18 13:46 / Atualizado em 27/07/18 14:35

minuto(s) de leitura.

Ameaças ao Saúde Caixa serão tema de Facebook Live na próxima terça-feira

A transmissão vai ocorrer a partir das 19h, com a participação de Fabiana Matheus, diretora da Fenae, e Fabiana Uehara, diretora da Contraf-CUT

Notícias

As ameaças ao Saúde Caixa serão o tema do Facebook Live que será promovido pela Fenae na próxima terça-feira (31). Na transmissão, que vai ocorrer a partir das 19h na página da entidade na rede social (www.facebook.com/fenaefederacao), a diretora de Saúde e Previdência da Federação, Fabiana Matheus, e a diretora da Contraf-CUT Fabiana Uehara vão falar sobre os ataques do governo federal direcionados ao plano de saúde.

“As resoluções da CGPAR e as mudanças feitas no estatuto da Caixa prejudicam o Saúde Caixa e outros planos de empresas estatais. Temos direitos assegurados com muita luta, não vamos abrir mão deles”, afirma Fabiana Matheus. Ela acrescenta: “só a mobilização dos empregados será capaz de barrar esse e outros retrocessos, motivo pelo qual lançamos a campanha ‘Saúde Caixa: eu defendo’. Por isso, é fundamental que a categoria esteja bem informada sobre essas ameaças. É sobre isso que vamos conversar na terça-feira”.

A manutenção do Saúde Caixa é o assunto que mais tem preocupado empregados ativos e aposentados da Caixa. Em janeiro deste ano, o governo apresentou a resolução 23 da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da União, que estabelece diretrizes que ameaçam a sustentabilidade dos planos de saúde dos trabalhadores das empresas estatais.

Para piorar, a aprovação da reforma trabalhista retirou a garantia de ultratividade do último ACT, impedindo que os benefícios de saúde se mantenham até a negociação de um novo acordo. “Temos que vencer a intransigência desse governo golpista e da Caixa. Se forem implementadas as resoluções CGPAR e se for mantida a previsão do estatuto do banco, que estabelece o limite de 6,5% da folha de pagamento para participação nas despesas com assistência à saúde dos empregados, o Saúde Caixa vai encarecer e se tornar excludente”, diz Fabiana Uehara.

 

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado